MZ Folia! Carnaval & Cia.

União da Ilha entregou sua sinopse - Carnaval 2019

LogoIlha2019Com explanação do carnavalesco Severo Luzardo, a União da Ilha do Governador entregou nesta segunda-feira, na quadra, a sinopse do samba-enredo carnaval 2019 ("A peleja poética entre Rachel e Alencar no varandado do céu"), aos seus compositores. O evento contou com a presença de toda diretoria, demais segmentos e da comunidade.

Como a escola insulana mostrará no desfile do ano que vem, o Ceará retratado por Rachel de Queiroz e José de Alencar (dois expoentes da literatura brasileira na Sapucaí), Severo convidou o presidente da Academia Brasileira de Literatura de Cordel, Gonçalo Ferreira da Silva, para escrever a sinopse em forma de cordel. 

UNIÃO DA ILHA DO GOVERNADOR - CARNAVAL 2019


JUSTIFICATIVA


                A União da Ilha do Governador partilha o desejo de levar para a Avenida em 2019 uma proposta lúdica e prazerosa que aproxima cultura popular e educação. Bordaremos com palavras, versos e memórias a celebração do encontro entre dois expoentes da literatura brasileira no enredo“A PELEJA POÉTICA ENTRE RACHEL E ALENCAR NO AVARANDADO DO CÉU”.

O Ceará está intimamente fincado no chão de Rachel e Alencar, lugar por onde andaram e de onde extraíram elementos essenciais para a construção de seus escritos. Pisaduras na história com prosa, crônicas e lirismo. Um emaranhado de conhecimentos e sabores, desde o litoral até o sertão.

                As linhas que tramam seus livros revelam saberes passados de pai para filho e assombrações que povoam o imaginário popular dessa terra cercada de mar, mas com o chão emoldurado pela seca. Fé embalada em oração e festejada ao som da sanfona e do cordel.

A Ilha vai desfilar “causos” aninhados nas páginas amareladas pelo tempo. Cenas de uma terra ornada pelas várzeas da caatinga ou por imensas campinas que se dilatam por horizontes infindo.

Ceará vem de “cemo” que, nos ensina Alencar, significa “cantar forte, clamar”. A jandaia faz ecoar nosso canto rumo aos verdes mares e borda no azul do firmamento o matiz de um encontro inédito.          

Em cada brincante, cores que pincelam os sonhos, com o sotaque próprio de um povo que luta pelo sorriso e pela felicidade. Alegria compartilhada -- “Sou brasileiro, sou cabra da peste, sou do nordeste, sou do Ceará”.

Leia a Sinopse da União da Ilha 2019  http://mulheresdeze.com.br/index.php/sinopses-2019/774-uniao-da-ilha-do-governador-carnaval-2019

Tal Pai Tal Filho: Monarco e Mauro Diniz são os convidados da Feira das Yabás em homenagem ao Dia dos Pais.

Feira das Yabs dia dos paisEvento acontece no próximo domingo (12), com roda de samba de Marquinhos de Oswaldo Cruz.

A Roda de Samba do cantor e compositor Marquinhos de Oswaldo Cruz recebe no próximo domingo, dia 12 de agosto, Dia dos Pais, na Feira das Yabás, os cantores Monarco e Mauro Diniz para uma participação pra lá de especial no evento que promete muita emoção. Pai e filho, dois dos maiores nomes do Samba no Brasil vão cantar grandes sucessos da carreira como: Coração Desalinho; O Quitandeiro; Vai Vadiar, “Tímida Tentação”;“Minha Cigana”, “Sonho de Rei”' entre outras.

A Feira começa às 13h, na Praça Paulo da Portela, em Oswaldo Cruz, zona norte da Cidade e, ao exemplo do formato do ano passado, mais uma vez, será realizada de 2 em 2 meses, com muito samba e aquela culinária de dar água na boca.

 

Grandes nomes da MPB, como Dona Ivone Lara, Leandro Sapucahy, Leci Brandão, Arlindo Cruz, Danilo Caymmi, Fátima Guedes, Jongo da Serrinha, Guinga, dentre outros, já marcaram presença no evento Cultural. A festa tem patrocínio da Prefeitura Municipal da Cidade do Rio de Janeiro e Secretaria Municipal de Cultura da Cidade do Rio de Janeiro, a realização da Associação Veia Cultural e assessoria de imprensa da Código Morse Assessoria de Imprensa e Comunicação.

Além da boa música, o público ainda poder aproveitar para experimentar a culinária típica do subúrbio carioca e pratos de origem africana, nas 16 barracas expositoras do evento, sob o comando das matriarcas das famílias mais importantes e tradicionais da região de Oswaldo Cruz: um imenso restaurante a céu aberto. Entre as muitas opções, estão o mocotó e o aipim com carne seca da Tia Surica, baluarte da Velha Guarda da Portela. A refeição mais concorrida é a rabada com batata da Dona Neném, a mais velha das tias, com 87 anos que, além da rabada, também prepara angu e bolinho de abóbora recheado com carne-seca. Neide Santana, serve feijoada de camarão, angu à baiana e feijão amigo. Já na barraca da Jane Carla, é vendido cozido de peixe. A expositora Romana vai de carré com couve à mineira à moda carioca, jabá e caldinhos de mocotó, feijão e ervilha. Bobó de camarão é o prato da Jussara, e Selma Candeia, filha do sambista Candeia, oferece abóbora com carne seca. A combinação de peixe frito, molho de camarão, pirão e arroz fica sob a responsabilidade da Tia Nira. Já Tia Edith, apresenta macarrão com carne assada, enquanto Vera Caju, mostra o seu cozido, camarão frito e caldo de abóbora. Rosimeri Cruz, serve a deliciosa galinha com quiabo e Jane Pereira, mostra o jiló frito, além de caldos e canjas. Rosângela Maria, leva a tripa lombeira e o bolinho de bacalhau para a Feira e Marlene apresenta roupa velha e feijoada. E, se você ainda não estiver satisfeito, pode experimentar a vaca atolada, a carne com aipim e o croquete de carne seca, preparado com os mesmos ingredientes da vaca atolada, da Tia Natércia e da Sueli. Para arrematar, as expositoras Vera de Jesus e Janaina de Jesus, preparam doces deliciosos. Os preços das refeições ficam em torno de R$ 30,00.

Serviço:

Feira das Yabás – Música, Cultura e Gastronomia.

 Atrações: Roda de Samba de Marquinhos de Oswaldo Cruz recebe Mauro Diniz e Monarco. Homenagem ao Dia dos Pais.

Quando: Domingo, 12 de agosto de 2018.

Hora: a partir das 13h.

Local: Praça Paulo da Portela, Oswaldo Cruz - Rio de Janeiro

Evento gratuito.

Mais informações: 21- 97042-3110

Classificação: Livre

Botafogo Samba Clube define diretoria visando o carnaval 2019

Sandro e Alex BotafogoSandro Lima será o presidente administrativo e Alex Botafogo ficará no Conselho Deliberativo
O carnaval 2019 já é realidade na Botafogo Samba Clube. Formada por torcedores alvinegros, a agremiação levará para a Intendente Magalhães o enredo "Túlio, o glorioso", em homenagem ao ídolo Túlio Maravilha, um dos principais personagens da conquista do Brasileirão de 1995. No último domingo, 5, membros da escola de samba se reuniram e definiram a composição da diretoria visando o desfile da Série D.
 
Sandro Lima ocupará o posto de presidente administrativo, tendo Edson Salgado como vice. No Conselheiro Deliberativo, Alex Botafogo ficará na presidência. Torcedor oriundo das arquibancadas, Sandro festejou a união dos botafoguenses em prol da escola:
 
- É bonito ver todos com um mesmo propósito, deixando as vaidades de lado e mostrando que o samba é o grande protagonista. A Botafogo Samba Clube é uma agremiação que buscará unir todos os torcedores, esquecendo qualquer tipo de rivalidade. Todos estão vestindo uma só camisa e vão trabalhar para levar a nossa estrela ao lugar mais alto do pódio também no carnaval - afirma.
 
Sandro Lima prega respeito às demais escolas de samba, mas não esconde que o objetivo é alcançar o acesso à Série C de 2020. Ele ressalta que a Botafogo Samba Clube vem para abrilhantar os desfiles e ser a escola oficial dos torcedores do clube de General Severiano:
 
- Estamos formando um ótimo time para a nossa estreia na Intendente Magalhães. Nós sonhamos, é claro, com a subida de série no carnaval, mas vamos trabalhar com muita humildade e respeito a todas as coirmãs. A Botafogo Samba Clube vem para somar ao maior espetáculo da terra. Estamos de braços abertos e queremos representar os alvinegros na Avenida - destaca Sandro Lima.
 
Com a reunião, a composição da diretoria ficou assim:
 
Presidente do Conselho Deliberativo: Alex Botafogo
Vice-presidente do Conselho Deliberativo: Heitor Lins
Presidente administrativo: Sandro Lima
Vice-presidente administrativo: Edson Salgado
Vice-presidente social: Rodrigo Mancha
Vice-presidente cultural: Rafael Mós
Vice-presidente de carnaval: Junior Bad-boy
Diretor de carnaval: Felipe Yan
Presidente da velha-guarda: Gaúcho
Diretor da ala de passistas: Kaio Mackenzie
 
Foto: Emerson Pereira

Completando uma década como intérprete, Thiago Brito estreia na Cubango em 2019

Thiago Brito na CubangoRecentemente o intérprete contou sua trajetória no quadro video-biografia do programa Na Levada do Samba, na rede NGT.
 
O rosto de menino não deixa mentir. Thiago Brito é um dos intérpretes mais novos entre os que passarão na Marquês de Sapucaí em 2019. Os 30 anos de idade, porém, não representam pouca experiência. Afinal de contas, no próximo carnaval, o talentoso cantor completará dez anos como intérprete oficial da folia carioca. A história começou em 2010, na Caprichosos de Pilares, e terá a sua primeira década fechada com a Acadêmicos do Cubango, última escola a entrar na Avenida, pela Série A, no sábado de carnaval.
- Será uma honra muito grande celebrar essa data estreando por uma escola tão especial como a Cubango. Já estamos trabalhando em prol do desfile. Fico muito feliz em chegar aqui num momento de restruturação. A escola já fez um grande carnaval e está no caminho para ser campeã. Tomara que a gente consiga a consagração. Já venci a Série A uma vez em uma escola que passava por um momento bem parecido. Quero criar uma identidade com a Cubango como eu fiz na Caprichosos. Lá foram cinco anos. Aqui quero subir pro Grupo Especial e renovar - afirma Thiago Brito.
A primeira apresentação de Thiago Brito para a comunidade cubanguense aconteceu no último domingo, durante a festa de apresentação de sambas concorrentes para 2019. O intérprete impressionou pela desenvoltura ao cantar os históricos sambas da verde e branca de Niterói. Apresentou um carro de som bem entrosado e familiaridade com as composições da casa.
- A Cubango tem muitos sambas bons. Foquei o trabalho em cima do que a direção me passou e vamos caminhando. Já conhecia vários sambas da escola e foi fácil. Peguei rápido e estou conhecendo alguns outros que eu não conhecia. Tô criando algumas coisas diferentes para dar mais o meu estilo a esses grandes sambas - contou.
Perguntado sobre o seu melhor ano nos nove em que passou na Marquês de Sapucaí como intérprete oficial, ele teve certa dificuldade em responder. Disse que cada apresentação teve a sua importância e particularidade, mas não esquece uma em especial.
- Todo ano é como se fosse o primeiro. Em 2010 foi muito bacana por se tratar de uma reedição e eu ter ganho todos os prêmios de revelação carnaval. Em 2011 a escola caiu, mas tinha um grande samba. Em 2012 fui campeão com a Inocentes e em 2013 foi a estreia no Grupo Especial novamente com a Inocentes. Em 2014 fiz um bom desfile com a Caprichosos cantando a Lapa e em 2015 ganhei o Sambanet. Em 2016 ganhei o troféu Jorge Lafond. Em 2017 tive a honra de cantar na Estácio, em um desfile muito bacana, e em 2018 passei com um sambão pela Unidos de Bangu. Graças a Deus sou muito grato por todos esses anos e os amigos que me ajudaram. Destacaria 2014, que foi um divisor de águas pra mim, foi de fato o desfile da minha vida e onde até criei o grito de guerra da ''escola da minha vida''. A Caprichosos queria a minha volta, fui recebido mesmo como um filho por todos.
Já sobre a safra de sambas-enredo, o profissional comemorou o fato de ter ótimas opções para estrear pela Acadêmicos do Cubango. Em sua opinião, das nove obras que voltam ao palco do ''Santuário do Samba'' na próxima sexta-feira, a partir das 22h, pelo menos três têm totais condições de passar na Avenida em 2019.
- Eu já esperava esse nível. Aqui as disputas são sempre muito boas e o enredo é a cara da escola. O componente se identifica com esse tipo de tema na Cubango e isso é muito importante para o desfile. Só nos resta torcer para que a diretoria nos dê um grande hino. Tô aqui pra cantar o que eles escolherem.
Antes de chegar à Cubango, Thiago Brito foi primeiro intérprete da Caprichosos de Pilares em 2010, 2011, 2014, 2015 e 2016. Cantou dois anos na Inocentes de Belford Roxo (2012 e 2013), passou pela Estácio de Sá em 2017 e Unidos de Bangu em 2018. No carnaval paulistano, defendeu a Camisa Verde e Branco em 2017, e foi um dos cantores oficiais do carnaval brasileiro em San Luis, na Argentina, de 2013 a 2015. Como cantor de apoio passou por Unidos da Tijuca, Portela e Salgueiro. 
Ganhou o Sambanet como revelação em 2010 e como melhor intérprete em 2015. Ainda em 2010, também foi a revelação do carnaval para o troféu Jorge Lafond e para o Estrela do Carnaval. Voltou a ganhar o Jorge Lafond em 2016, desta vez como melhor intérprete, e ganhou o troféu Samba Rio em 2012, pela Inocentes de Belford Roxo.
 
Confira a matéria exibida na televisão no programa Na Levada do Samba  http://mulheresdeze.com.br/index.php/mane/materias-exclusivas-mz/na-levada-do-samba

Miss Rio de Janeiro desfilará na Vila Isabel

Miss Unidos de Vila Isabel Eduardo Hollanda 6A Unidos de Vila Isabel terá uma ilustre presença em seu desfile no Carnaval 2019. A miss Rio de Janeiro, Mayara Costa, será destaque da alegoria que representará o Palácio Quitandinha. O local já foi palco de vários concursos de miss e será retratado no enredo da azul e branca em homenagem a cidade de Petrópolis. Mayara tem 21 anos, é natural de Guapimirim, e no próximo dia 11 de agosto disputa o Miss Brasil.
- Foi uma surpresa pra mim o reinado e estou feliz com a oportunidade de representar o meu estado no Miss Brasil. Comecei nessa carreira aos 11 anos e agora vou poder mostrar um pouco do que aprendi. O convite da Vila é um presente. Sempre gostei muito de carnaval, mas nunca havia tido a oportunidade de desfilar. A escola virou basicamente a minha família. Estou apaixonada pela comunidade e estarei inserida dentro de um contexto de miss. Estava muito ansiosa pra saber como desfilaria. Agradeço muito pelo convite e pela acolhida das pessoas - afirmou ela.
Desenvolvido pelo carnavalesco Edson Pereira, o enredo '' Em nome do Pai, do Filho e dos Santos. A Vila canta a Cidade de Pedro''. A agremiação do bairro de Noel Rosa será a segunda a pisar na Marquês de Sapucaí na segunda-feira de folia.
 

Foto: Eduardo Hollanda