Unidos de Manguinhos é destaque nos desfile do Grupo E na Intendente Magalhães

Verde e Rosa da Zona Norte levanta público e é uma das favoritas ao título

Superação! Esta foi a marca que a Unidos de Manguinhos deixou na estrada Intendente Magalhães durante o desfile do último sábado. A Verde e Rosa da Zona Norte do Rio levou para a avenida o enredo 'Hoje a Festa é do Povo da Floresta' e encantou o público presente com um canto forte, bateria firme e uma comunidade que cantou o samba do início ao fim.
Com diversos estreantes em seus respectivos postos, a Unidos de Manguinhos superou os problemas e a desconfiança, chamando atenção pelo canto de suas alas de comunidade, a elegância da Velha Guarda e das baianas, o bailar do casal Paulinho e Laís, além da segurança do mestre Jean Baleado, do intérprete Henrique César com seu carro de som e toda beleza e sensualidade da rainha Ysa Santos.
- Eu fique bastante emocionado, pois além das dificuldades nós enfrentamos desconfiança o tempo inteiro. Mas quem esteve na Intendente viu a força de nossa escola. Agradeço meus padrinhos Henrique e Conceição, além do meu amigo Diângelo Fernandes, grande responsável por nosso desfile - agradeceu o presidente Carlos Costa.
Após enfrentar diversos problemas durante o ano, como a queda de grupo, mudanças na diretoria e, já recentemente a chuva que estragou diversas fantasias, a Unidos de Manguinhos mostrou que é possível enfrentar os problemas, dar a volta por cima e colocar um lindo carnaval na rua.
A apuração dos desfiles do Grupo E do carnaval 2018 acontece nesta segunda-feira, 19, na piscina do Bangu Atlético Clube, a partir das 19h.

Paulo Barros está de volta à Viradouro

Paulo Barros assinará o desfile da Unidos do Viradouro no próximo Carnaval. A contratação foi acertada neste sábado, 17, em reunião entre Marcelinho Calil, presidente executivo; Marcelo Calil Petrus, presidente de honra; e o carnavalesco.

Será a segunda passagem de Barros pela escola de Niterói, onde assinou os desfiles de 2007 e 2008. O artista comemora o retorno à agremiação de Niterói e ressalta que foi na Viradouro que fez um dos trabalhos mais marcantes de sua trajetória na Marquês de Sapucaí.

- Na minha estreia na escola em 2007, assinei um desfile que tenho muito orgulho de ter feito. Mesmo não tendo conquistado o título, tenho muito carinho pelo enredo ‘A Viradouro vira o jogo’. Sempre que penso naquele dia, me vem à cabeça a vibração do público à medida que as alas vinham apresentando surpresas e o momento em que a bateria subiu e desceu da alegoria que representava um tabuleiro de xadrez – recorda.

Sobre a tarefa de criar um espetáculo para a vermelho e branco, que abrirá a primeira noite de apresentações das escolas do grupo de elite no Sambódromo carioca, o carnavalesco que tem quatro campeonatos no Grupo Especial, não demonstra preocupação:

- Sempre tive o sonho de assinar um desfile para abrir o Carnaval. E chegou a hora de realizar – revela Paulo Barros.

A diretoria da Unidos do Viradouro agradece ao carnavalesco Edson Pereira pela imensa contribuição para a conquista do campeonato da Série A, que permitiu que a vermelho e branco retornasse ao Grupo Especial em 2019, desejando sucesso.