Sala de Imprensa - A Notícia Em Tempo Real

Viradouro inicia última fase de inscrições para alas de comunidade

comunidadeViradouro foto andre redlichA Unidos do Viradouro promove esta semana a última fase de inscrições para alas de comunidade. Os interessados em estar com a vermelho e branco na Sapucaí no desfile de domingo de Carnaval poderão se inscrever na quadra e no barracão.

As inscrições, que vão de quarta a sábado, são gratuitas, e é preciso levar duas fotos 3x4, além de originais e cópias do RG, CPF e comprovante de residência. Na quadra (Av. do Contorno, 16, no Barreto), as inscrições serão das 18h às 21h, e sábado, de 10 às 16h. No barracão (Rua Rivadavia Correa, 60, na Gamboa), os horários de atendimento serão os mesmos da quadra, exceto no sábado, quando não haverá expediente no espaço que a escola de Niterói ocupa na Cidade do Samba, na Gamboa, Zona Portuária do Rio.

Com o enredo “Viraviradouro”, do carnavalesco Paulo Barros, escola vai tentar o título do Grupo Especial, levando para o Sambódromo 3 mil componentes, divididos em 20 alas de comunidade e cinco comerciais, além de ritmistas, baianas e passistas.

Belisário avisa: 'O resgate da Cubango está só começando'

Rogrio BelisrioO bom desfile e a quinta colocação na Série A, em 2018, são só o ponto de partida da nova fase que a Cubango pretende implementar em sua história no carnaval carioca. Trabalhando de forma intensa visando o desfile de 2019, a verde e branca de Niterói segue o trabalho de restruturação para se colocar em condições de brigar por uma vaga no Grupo Especial. Entrando em seu segundo ano de mandato e há mais de 40 dentro da Cubango, o presidente Rogério Belisário faz um balanço do que passou, e projeta o que está por vir.
- Creio que saímos vencedores do Carnaval 2018. Não falo isso pela quinta colocação, que está abaixo daquilo que queremos para a escola, mas sim pelo bom rendimento que tivemos em todos os quesitos mediante a imensa dificuldade que tivemos para fazer o carnaval. Financeiramente pegamos a escola quebrada e sem credibilidade, devendo a fornecedores e profissionais. Tanto que temos uma série de processos que estamos buscando a melhor resolução. Tenho muito a agradecer às pessoas que me apoiam e me ajudaram a colocar o carnaval daquele jeito na Avenida. Agradeço muito a comunidade também e aviso que o processo de resgate está apenas começando. Cada componente é importante para colocar a Cubango no lugar onde ela deve estar - afirmou Belisário.
Até para manter a continuidade e a estabilidade, a Cubango mexeu muito pouco na equipe do último carnaval. A meta é buscar o entrosamento entre os setores e fazer a agremiação mais competitiva possível. O lema ''Resgata Cubango'' seguirá pautando o trabalho. A verde e branca de Niterói tem uma das mais belas histórias do carnaval carioca. Uma escola extremamente ligada a cultura afro-brasileira. Da sua fundação à sua localização, passando pelas glórias dos grandes desfiles realizados ainda na cidade-natal.
- Acreditamos que não poderemos nos afastar daquilo que fez a Cubango ser o que é em Niterói: a comunidade! Nosso povo se identifica com enredos como o que teremos em 2019. Confio plenamente nos nossos carnavalescos. São trabalhadores excepcionais e muito talentosos. Tenho certeza que vão honrar o nosso histórico de grandes desfiles com essa temática. Estamos fortalecenco a escola, mudando a imagem que a agremiação passou a ter nos últimos anos. Esse processo não é do dia para a noite, mas prevejo um desfile ainda melhor em março do ano que vem. Trabalhamos incansavelmente para isso - concluiu o presidente.
Com o enredo ''Igbá Cubango - a alma das coisas e a arte dos milagres'', que será desenvolvido pelos carnavalescos Gabriel Haddad e Leonardo Bora, e pelo pesquisador Vinícius Natal, a agremiação propõe um diálogo com a sua própria história. O pentacampeonato do carnaval de Niterói conquistado em 1979, com o lendário samba ''Afoxé'', foi dedicado ao ''ídolo menino'' Babalotim, objeto sagrado que ainda habita a quadra da rua Noronha Torrezão. As cabaças dos assentamentos, as figas, os abacaxis dos balangandãs, os amuletos indígenas, as carrancas, os ex-votos do catolicismo popular, tudo isso estará presente no carnaval da agremiação. A verde e branca será a sexta escola a desfilar no sábado de carnaval em 2019.

Unidos de Bangu recebe sambas concorrentes em feijoada com show da Mangueira

Foto Magaiver FernandesRainha Lexa e Grupo Sambarasso estarão presentes na festa da Vermelho e Branco
A Zona Oeste do Rio de Janeiro vai parar no próximo domingo (22) com a Feijoada da Unidos de Bangu. A Vermelha e Branca irá receber os sambas-enredo concorrentes ao hino oficial 2019, com presença da Rainha de Bateria Lexa, além dos shows da Estação Primeira de Mangueira e do Grupo Sambarasso.
Com algumas obras já entregues, a direção de carnaval espera uma boa safra de sambas para a disputa deste ano. O evento marcará o início oficial do calendário 2019 da agremiação.
- Esperamos contar com um número maior de parcerias em relação ao ano passado, quando foram 15 na disputa, com a certeza de que todas virão fortes para ganhar. Este domingo marcará o início de nossa caminhada e será uma linda festa com a participação e empenho de todos os envolvidos - contou o Diretor de Carnaval e Harmonia, Jeferson Carlos.
Preparada pelo conceituado chef de cozinha Raul Novaes, premiado com o título de Feijoada Nota Dez, a Feijoada da Bangu acontece neste domingo (22), a partir das 13h na Piscina do Bangu, rua Francisco Real, 1445 em Bangu. A entrada pode ser adquirida pelo valor de R$20 com direito ao prato e um copo promocional.
SERVIÇO: Feijoada da Bangu com Show da Mangueira e presença da Rainha Lexa
DATA: 22/07/2019 (Domingo)
LOCAL: Rua Francisco Real, 1445 - Bangu/RJ (Piscina do Bangu)
HORÁRIO: 13h
ATRAÇÕES: Estação Primeira de Mangueira, Segmentos da Bangu e Grupo Sambarasso
VALOR: R$20 (Entrada+Feijoada+Copo)
CLASSIFICAÇÃO: 14 anos

Bateria da Mocidade retoma ensaios nesta semana

Bateria da Mocidade 2019Premiada com diversos trofeus e a pontuação máxima para a agremiação no Carnaval 2018, a bateria da Mocidade Independente de Padre Miguel inicia nesta semana os preparativos para o próximo desfile. Há nove anos a Não Existe Mais Quente não saía de um desfile sem penalizações que tirassem décimos da pontuação final da escola. A conquista veio a base de muito trabalho, que volta a ser feito de forma intensa a partir desta quinta-feira, dia 19 de julho, a partir das 20h, na quadra histórica da Vila Vintém.

- Foi muito bom poder apresentar o nível que desempenhamos na Avenida em 2018, mas o mais difícil é manter e até melhorar isso. O padrão das baterias do Grupo Especial é muito alto. Hoje não tem mais bateria passando mal, e consequentemente o erro tem que ser zero para conseguir as notas 10. Agradeço muito aos meus diretores e ritmistas, que trabalharam com afinco. Mas tenho certeza que eles querem manter isso. Temos uma tradição imensa aqui a zelar.
O nosso trabalho de restruturação da bateria da Mocidade está só começando. Há muito a ser feito - afirma mestre Dudu
Os ensaios acontecerão semanalmente até o carnaval e se intensificarão após a escolha do samba-enredo, marcada para o dia 22 de setembro.
 
Foto: Eduardo Hollanda

Festival Sesc de Inverno será de 20 a 29 de julho na Região Serrana do Rio

banner site inverno 1Sesc de Inverno 2018 já tem data definida. Será entre os dias 20 e 29 de julho, em Petrópolis, Teresópolis e Nova Friburgo. Considerado o maior evento de cultura multilinguagem do Brasil, o Festival levará às três cidades uma intensa programação que contempla as principais linguagens artísticas: literatura, cinema, música, teatro, dança, circo e artes visuais. Além das unidades do Sesc, haverá atividades em locais públicos. Ao longo do Festival, serão mais de 300 atrações, a maioria gratuita.

Quem abre o Festival em Petrópolis é o cantor Milton Nascimento, em show no Sesc Quitandinha, no dia 20 de julho. Em Nova Friburgo, a abertura oficial acontece no dia seguinte, com show de Maria Rita. Já em Teresópolis, o Festival será aberto oficialmente com show de Frejat, no dia 22/7.

A agenda de shows também inclui nomes como Emicida, Mart’nália, Pitty, Simoninha, Jota Quest, entre outros. Nas artes cênicas, os destaques são os espetáculos “Suassuna, o Auto do Reino do Sol”, com a Cia. Barca dos Corações Partidos, e “Kuarup 40 Anos”, do Ballet Stagium, além do Grupo Bagaceira, com apresentações e oficinas. A programação também conta com exposições, shows poéticos, exibições de filmes, masterclasses de roteiro, direção e produção na área cinematográfica, mappings entre outras atrações.

Reconhecido como um dos mais expressivos e importantes festivais de arte e cultura do Estado, o Festival cumpre o importante papel de traçar um panorama da produção artística local e nacional. Nessa edição, buscamos ainda refletir sobre os diferentes fenômenos da arte na contemporaneidade e de como as cidades percebem e abrigam as expressões que dialogam com os sujeitos e coletividades.

O Festival tem como premissa a consolidação da marca Sesc RJ como agente de fomento, difusão e produção culturais no estado do Rio de Janeiro, criando um momento de destaque na rotina das cidades envolvidas, com a realização da programação de forma intensificada.

FESTIVAL SESC DE INVERNO 2018
De 20 a 29 de julho – Petrópolis, Teresópolis e Nova Friburgo/RJ

Abertura oficial:

Sesc Quitandinha (Petrópolis)
Dia 20/7 – Milton Nascimento

Sesc Nova Friburgo
Dia 21/7 – Maria Rita

Sesc Teresópolis
Dia 22/7 - Frejat